A Vigilância Sanitária de Florianópolis autuou e interditou o restaurante Chalé do Camarão, na Lagoa da Conceição, nesta quarta-feira, dia 10, depois que foram encontrados gambás em sua cozinha. Dois animais estavam vivos e dois estavam no congelados, temperados para serem consumidos.

De acordo com informações do comandante da Polícia Militar Ambiental no Leste da Ilha, Marcelo Duarte, os policiais se dirigiram até o restaurante após uma denúncia feita por uma ex-funcionária. No local foram encontrados os animais:

— Os dois gambás mortos estavam prontos para consumo em um freezer junto com outros alimentos, como peixe e camarão. Os dois animais vivos estavam em um freezer desativado nos fundos do restaurante — contou Marcelo.

O proprietário alegou para os oficiais que os animais foram capturados dentro do estabelecimento e seriam consumidos pelos próprios funcionários. A Vigilância Sanitária foi acionada e o restaurante fechado. O homem e um auxiliar de cozinha, que teria feito o abate, foram detidos por crime ambiental, já que se trata de animal silvestre com caça e comercialização proibida. Os dois foram liberados após assinarem um termo circunstanciado.

Os gambás foram levados para a sede da Polícia Ambiental e soltos no Parque do Rio Vermelho na manhã desta quinta-feira. O veterinário do parque, João Vitor Roeder, disse que os animais estavam um pouco apáticos e estressados pelo cativeiro, mas em pouco tempo se recuperaram. Ele explica que além de ser proibido a caça de gambás, existem riscos ao consumir sua carne:

— Estes animais podem ser reservatórios de doenças como leptospirose e raiva, e não se sabe sua procedência, já que não existe inspeção nenhuma — explicou.

Restaurante fechado nesta quinta

Na manhã desta quinta-feira, não havia ninguém no restaurante para falar sobre o assunto. Um homem que havia sido contratado ontem para trabalhar de garçom estranhou a porta fechada e foi informado pela reportagem do ocorrido.

Dois funcionários que estavam nos fundos se limitaram a dizer que estavam de folga na quarta-feira e não iriam falar sobre os gambás.

Foto: Gabriela Wolff / Agência RBS

Fonte: Diário Gaúcho

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA